História da congada (Paulina)

História da Congada
(E. E. Paulina Rigotti de Castro)


Ternos Mirins

A idéia de organizar o primeiro terno da congada infanto-juvenil da cidade surgiu na Escola Estadual Paulina Rigotti de Castro, na direção da professora Soniamar de Lima Ferri, em 1997. O propósito era o resgate da origem da congada, tomando por base estudo e trabalho dos alunos. Em 1998 o terno apresentou-se pela primeira vez com 52 alunos, entre 7 e 15 anos de idade. O projeto foi conduzido pela professora Maria Aparecida Cangussu. “A comunidade escolar tem orgulho deste projeto que a escola desenvolve”, comenta a diretora Luíza de Fátima Lopes que dirige o projeto auxiliada pela professora Roselyse V. G. De Carvalho.
No ano seguinte, em 1999, a Secretaria Municipal da Educação montou o projeto de terno mirim para duas escolas - a escola Comendador Lindolfo de Souza Dias e a Escola Carlos Legnani que saiu neste mesmo ano com 42 componentes, todos menores de 14.
A diretora Jomar Caproni, da Carlos Legnani explica que o critério de escolha das crianças passa pela assiduidade, responsabilidade e comportamento. “A congada neste ano de 2000 vem retratar e reforçar mais ainda na escola a importância do resgate e a valorização desta cultura, como também a valorização do trabalho dos alunos, levantando a auto-estima dos alunos e da própria Escola”, comenta.
Terno de Congada da Escola Paulina Rigotti

Soniamar de Lima Ferri, diretora do projeto da 1ª congada mirim da E. E. P. R. C. e ao seu lado a professora Silvana que a substituiu no período que ficou afastada.
Maria Aparecida, que conduziu o projeto de congada infanto-juvenil na  E. E. P. R. C.

Ternos infanto-juvenis apontam o futuro da Congada Machadense

A congada em Machado não é só coisa de gente grande. As crianças aprendem na escola a respeitar, cultivar e perpetuar essa cultura que vem de nossos antepassados, desde os tempos da escravatura. Por isso, ela é algo tão forte, tão significativo, tão importante para o povo machadense.
A congada é também educação e espetáculo. Foi o que as pessoas que compareceram à Praça São Benedito, presenciaram e assistiram a realização de mais um Prêmio Congada, em frente à Tenda do Congo.
Desde que a escolas da rede estadual paulina Rigotti de Castro, Iracema Rodrigues e da rede municipal Carlos Legnani (Caic) e Comendador Lindolfo criaram e vêm desenvolvendo projetos relacionados às congadas que a festa adquiriu novo brilho. Essas crianças são a garantia da continuação das congadas machadenses.

FONTE: Folha Machadense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário